5 estratégias essenciais de marketing digital para serviços financeiros

Se você deseja fortalecer suas estratégias de marketing digital para aquisição de clientes  ou suas metas gerais de negócios, essas cinco estratégias de marketing para serviços financeiros são essenciais.

Por natureza, as organizações financeiras demoram a mudar. Muitos bancos e companhias de seguros estabeleceram maneiras de “fazer as coisas” e, geralmente, iniciar qualquer atividade exigirá um processo demorado e uma escala de tempo mais longa para a implementação.

O mundo digital está ganhando força todos os dias. Todas as empresas que dependem da aquisição e retenção de clientes, e acima de tudo no desenvolvimento de ótimos relacionamentos com os clientes, precisam acompanhar. Isso vale especialmente para instituições financeiras que são tão fortemente dependentes de taxas de retenção e referências.

Devido à natureza conservadora das instituições financeiras, elas podem não querer mudar, mas a verdade é que as empresas que se adaptam rapidamente prosperam e as que não precisam lutar para sobreviver. Da mesma forma, as empresas que implementarem estratégias eficazes de marketing digital conseguirão envolver os clientes da maneira que eles desejam envolver-se. 

Entrevista o CEO Caio Nogueira da agência de criação de sites em SP, UpSites, consgeuimos extrair algumas dicas valiosas. Confira!

1. Aproveitando o valor do big data

 

O potencial do big data é enorme, algo que as empresas entendem e estão tentando investir. No entanto, muitas ainda não sabem exatamente o que fazer com ele.

O valor real do big data é transformá-lo em informações práticas e acionáveis ​​usadas como base para a estratégia de negócios.

Usar as informações do big data para melhorar a experiência do cliente  é uma das melhores coisas que você pode fazer para garantir a lucratividade dos negócios.

Uma ótima dica para os profissionais de marketing financeiro (e para todos os profissionais de marketing) é não se perder no conceito de big data, mas pensar nos dados corretos. 

Mais dados não são necessariamente os melhores. O objetivo é obter os dados certos para dar suporte e esclarecer suas estratégias de negócios. Usar o big data em todo o seu potencial significa uma mudança vital na estratégia.

2. Automação de Marketing

 

É quase impossível imaginar uma organização grande, como uma instituição financeira, gerenciando seu marketing sem um sistema automatizado.

Se seus serviços de marketing são automatizados, significa que você pode otimizar e automatizar (como o nome indica), mas mais importante é medir tarefas e fluxos de trabalho em uma interface simples.

Dessa forma, você será significativamente mais eficiente e poderá aumentar sua receita mais rapidamente. A automação é o componente chave para um negócio de sucesso, pois mede as tarefas associadas ao comércio eletrônico em relação aos serviços financeiros. Um de seus objetivos é ajudar as empresas na geração e gerenciamento de leads, mensuração, campanhas por email, programas de mídia social e programas de retenção de clientes.

Uma plataforma de marketing automatizada pode incluir um sistema de acionamento, enviando emails automaticamente quando as pessoas clicam em um determinado link, por exemplo. Em seguida, você pode enviar um e-mail personalizado para acompanhar o interesse deles.

A beleza de um sistema automatizado é que ele pode acompanhar a taxa de sucesso das campanhas. As medidas a serem rastreadas são, por exemplo, cliques e conversões, e você pode filtrar o conteúdo que não apresenta bom desempenho para melhorar suas taxas de resposta.

As organizações de serviços financeiros costumam ter preocupações com a conformidade em relação ao marketing digital, pois muitas vezes precisam regular as operações com base em certos padrões e regulamentações. No entanto, a automação de marketing realmente responde a esse problema, pois os respondentes do marketing podem aceitar as comunicações, o que garante que eles obtenham o conteúdo certo no momento certo.

Dessa forma, as preocupações com privacidade e conformidade são bastante reduzidas. Um processo digital é programado para estar em conformidade com os regulamentos e o automatizado. 

Ao usar a automação de marketing, você extrai a maior parte do trabalho de suposição da equação ao mesmo tempo em que cria um procedimento operacional padrão para tarefas importantes. Dessa forma, você também pode parar de se preocupar com tarefas de marketing tediosas e se concentrar em atividades mais lucrativas. Um ótimo recurso também é que você pode integrar suas plataformas de mídia social, por exemplo, para ter uma função de compartilhamento fácil e rastrear a atividade e que tipo de conteúdo tem bom desempenho.

3. Tornar-se móvel se torna pessoal

 

Sim, os consumidores estão tomando decisões de compra em um mercado progressivamente congestionado. No mundo bancário, as novas tecnologias que estão assumindo o controle não são apenas perturbadoras, mas exigem que os provedores se mantenham e sejam inovadores ou percam participação de mercado.

Para serviços financeiros, o uso móvel nas comunicações do consumidor é realmente a base de como alavancar os meios digitais e desenvolver relacionamentos duradouros nos ciclos de vida dos consumidores.

Escalar a atividade para onde as pessoas estão, de maneira que elas desejam se comunicar, em vez de onde os profissionais de marketing querem que elas estejam, promove um maior envolvimento. As tendências que continuam a impulsionar a inovação são: personalização, compra de mídia programática e publicidade nativa.

4. O banco de varejo muda seu modelo fundamental

 

As previsões no setor de serviços financeiros são de que os bancos terão mais a ver com a experiência do cliente do que com a estratégia tradicional, focada na inovação de produtos. A experiência bancária deve se concentrar na experiência do cliente e na sua utilidade, menos do que apenas um centro de lucro para o banco.

É interessante como o setor bancário, que se torna de natureza muito digital ou virtual, geralmente depende muito do marketing e da distribuição por meio de pontos de venda. O gerenciamento de relacionamentos por meio de uma complexa rede de agências não é apenas a um custo enorme, mas supera a capacidade de gerar lucros para muitos bancos.

Essa tendência levará à criação, por exemplo, de novos modelos de distribuição e plataformas de experiência do cliente que, eventualmente, redefinirão a experiência de panificação.

5. Banco B2B é um termo desatualizado

 

Embora possamos ter como alvo um negócio com nosso marketing B2B, ele ainda é uma pessoa e deve ser comunicado nesse sentido. Nesse sentido, o termo marketing B2B está um pouco desatualizado. 

Para que os serviços financeiros capitalizem as oportunidades existentes, os profissionais de marketing financeiro precisam se aprofundar na análise de dados nos canais digitais para descobrir as idéias e tendências que prevalecem. Posteriormente, eles poderão se concentrar na implantação de comunicações mais personalizadas, automatizadas.

Para alavancar novas tecnologias, os profissionais de marketing precisam estar prontos para serem mais disruptivos, o que exige mudanças comportamentais internamente e para a organização gerenciar desafios adicionais de conformidade e regulamentação.

Além de tecnologias inovadoras, o principal objetivo de uma estratégia de marketing bem-sucedida deve sempre incorporar a escuta de seus clientes. Aí reside uma visão fantástica para ajudar a melhorar seus negócios.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *